topo_demo.png
Menu Acta
Página Incial
Nossa Empresa
Nossas Unidades
Corpo Clinico
Exames
Exames
Convenios
Notícias
Fale Conosco
Untitled Document
Area Medicos
Usuário Senha

rodape
Untitled Document
Area Medicos
Número
Senha
Clique e tire suas dúvidas
rodape
tp_exames.jpg
sp_464x20.gif

O que é Punção Aspirativa por Agulha Fina?


É um método rápido, de boa resolução e pouco doloroso de diagnosticar nódulos detectados por você mesmo ou pelo seu médico.

Este método é simples e o procedimento demora apenas 10 a 15 minutos.


Tire suas dúvidas

Qual o objetivo da Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina?


Quando um nódulo é detectado, várias condutas podem ser adotadas, desde a simples observação até a remoção cirúrgica do mesmo.

A maioria dos nódulos não necessita ser removida a não ser para responder à pergunta "o que é isto?"  Outros devem ser removidos não só para responder a questão acima, como a remoção pode fazer parte do seu tratamento. Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina é usada para se obter pequenas amostras destes nódulos. Quando o seu médico souber o que o nódulo representa, ele poderá decidir sua conduta e dizer com maior confiança se a cirurgia é ou não necessária.


 

Existem outros nomes para esse método?


Sim. Citologia Aspirativa e Punção Aspirativa são outros nomes utilizados para designar a Punção Biópsia Aspirativa por Agulha fina (PAAF).


 

A Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina é um método novo?


Não. A técnica foi inventada nos Estados Unidos há mais de 60 anos, embora tenha sido, sobretudo desenvolvida na Suécia a partir da década de 60.

Nos últimos anos tem sido utilizada amplamente em todo mundo, com significativa melhoria na preparação e interpretação do material aspirado.


 

Como se procede a realização da Punção Biópsia Aspirativa?


Primeiro pedimos-lhe informações sobre o nódulo. Quando foi notado? É doloroso? Mudou nos últimos tempos? Teve algum traumatismo, infecção ou tratamento médico na área do nódulo?

Depois revemos os exames que tenha trazido do seu médico (sangue, tomografia, etc). Finalmente, responderemos as suas perguntas.

O procedimento começa pela medição e localização exata do nódulo através da palpação. Deste modo, poderemos informar a seu médico com precisão o que foi examinado. A aspiração é muito breve e em geral dura poucos segundos.

Do nosso ponto de vista, ela se parece muito com uma injeção tipo vacina. Utilizamos material descartável e agulhas do menor calibre possível (menores que as utilizadas para uma injeção convencional) para obter o material necessário para o exame. A pele é limpa com álcool e a agulha é inserida durante 05 a 20 segundos. Após a aspiração um algodão ou gaze é colocado na área da punção com uma leve pressão por alguns minutos. Alguns nódulos necessitam de três ou mais coletas para se obter um material de boa qualidade; no entanto, na maioria dos casos, duas coletas são suficientes. Em órgãos aumentados difusamente, como por exemplo a glândula Tireóide, é necessário fazer a coleta nos seus dois lobos: direito e esquerdo. Depois da aspiração você poderá retomar as suas atividades normais.

Caso esteja tomando algum medicamento deverá continuar conforme a prescrição do seu médico pois a aspiração não afeta o uso de qualquer medicação. Não é necessário estar em jejum para fazer o exame.


 

Quais as complicações da Punção Biópsia Aspirativa?


Como a agulha utilizada é muito fina as complicações são raras. Um pequeno hematoma ou sensação dolorosa podem ocorrer no local da aspiração. Em geral, não requerem tratamento e desaparecem em poucos dias. A hemorragia é em geral reduzida a pequenas gotas.

Complicações como infecções ou "inchaço" são muito raras. Entretanto, qualquer problema mais significativo que notar após a aspiração comunique ao médico que fez o exame ou ao seu médico imediatamente.


 

Como são obtidos os resultados da Punção Biópsia Aspirativa?


O médico patologista que colheu o material do seu nódulo vai examina-lo ao microscópio pessoalmente. Este sistema tem-se mostrado útil em todo o mundo. Desta forma, as informações obtidas com você, através da palpação e avaliação ultrasnográfica do seu nódulo serão incorporadas às obtidas através do exame da lâmina ao microscópio e com as que você trouxe do seu médico.


 

Quando você conhecerá os resultados do exame?


Um relatório escrito será enviado ao seu médico.

Acreditamos que ele é a pessoa mais indicada para explicar o que o resultado significa e lhe indicar o que deve ser feito.


 

Quais as limitações da Punção Biópsia Aspirativa?


O nosso objetivo é determinar a natureza do seu nódulo, isto é, fazer um diagnóstico preciso. Na grande maioria dos casos este objetivo é alcançado.

Em alguns casos as possibilidades diagnosticas ficarão reduzidas a duas ou três. Numa pequena porcentagem, o material obtido pode ser muito escasso para um diagnóstico. Se a natureza do seu nódulo não for esclarecida, o seu médico poderá recomendar nova coleta, biópsia cirúrgica ou outros exames. Apesar da boa resolução da Punção Biópsia Aspirativa ela não é, como nenhum outro exame complementar, 100% precisa. A probabilidade da Punção Biópsia Aspirativa não detectar um processo maligno é de l a 5%. Portanto você e o seu médico não devem esquecer de continuar a observação do nódulo após a aspiração.

Lembre-se que qualquer alteração (aumento de tamanho, endurecimento do nódulo, etc.) deve ser comunicada ao seu médico que pode decidir por uma nova aspiração ou pela remoção cirúrgica. Se mesmo após a leitura deste texto você tiver qualquer dúvida sobre o método da Punção Biópsia Aspirativa não tenha receio em perguntar ao médico que lhe fará a coleta; ele responderá as suas questões.


 



 
sp_464x20.gif